Aram: A história

Nenhuma eletricidade, filtros de papel ou cápsulas. Esses são apenas alguns detalhes genuínos da cafeteira mais querida do Brasil e do mundo, a Cafeteira Espresso Aram.

 

 

Tudo começou em 2016, mas, a ideia de construir produtos para café pensando na experiência do usuário e sem o uso de energia elétrica já estava em pauta seis anos antes disso, quando o mineiro Maycon Aram ainda cursava a faculdade de Design de Produto.

A ideia vem de um incômodo: hoje, quando um produto estraga, é mais barato comprar outro do que consertá-lo e ao refletir sobre isso foi possível entender que o problema não era somente esse.

Toda a cadeia de produção e comercialização é drasticamente afetada com este estilo de consumo maluco, onde a cada estação do ano os mesmos produtos ganham uma pintura nova, com o mesmo corpinho e são vendidos como a última inovação do mercado.

Maycon é artesão mestre especializado em design para manufatura premiado com alguns dos principais prêmios voltados a design de produto no país e fora dele

 

Esse estilo de consumo que é imposto não respeita o ecossistema e muito menos as pessoas envolvidas na cadeia de produção. A Cafeteira Aram é uma pequena grande contrapartida a este sistema.

O primeiro protótipo da máquina ainda envolveu um sistema com resistência e energia, mas as barreiras de produção e certificação para venda foram tão grandes que fizeram o projeto voltar à sua origem sem o uso de energia elétrica.

Quando o protótipo final e sem energia ficou pronto, o que realmente faltava era grana pra lançar aquela ideia para o mundo!

Para a Aram ser um produto único e proporcionar uma nova experiência a cada preparo foi necessário muito estudo

 

Depois de pensar bastante em como aquele sonho poderia se tornar realidade, Aram decidiu conversar com mais pessoas envolvidas no mundo do café para analisar a viabilidade daquela criação tão “utópica”.

Todas as conversas levaram a uma solução: por que não financiar isso? E todas as atenções se focaram em um financiamento coletivo, o Catarse.

A expectativa era de arrecadar apenas R$ 35 mil para o primeiro lote de fabricação, mas o resultado foi muito maior do que o esperado: mais de R$ 35 mil foram arrecadados nas primeiras horas. Ao final da campanha foram totalizados R$ 253 mil, e então aquela ideia toda havia se tornado realidade!

A Aram conta com o conhecimento e parceria de mais de 20 fornecedores locais, também artesãos que trazem essa paixão e preciosismo em todos os detalhes da cafeteira

 

Foi pensando em oferecer algo melhor para todos, desde as pessoas que fabricam até as pessoas que consomem, com um produto bem elaborado e que passasse de geração em geração, estimulando a tradição e o consumo consciente, que a cafeteira é produzida com esse preciosismo: por produtores locais, que possuem envolvimento e dedicação pelo produto e com todos os detalhes pensados para extrair o melhor do café: sabor, experiência e consciência ecológica.

O método utilizado na Aram permite que você personalize todas as etapas do processo ao seu gosto: de um verdadeiro espresso intenso até um coado mais suave. Alcançando resultados iguais às das cafeteiras profissionais de cafeterias. Você precisa apenas de um bom café bem moído, água quente e o momento e local perfeito para apreciar a sua bebida.

 

Desenvolvida por uma família de artesãos e engenheiro nos arredores da capital paranaense Curitiba, é que fica localizado o pequeno ateliê da Aram, em meio à uma natureza de um verde esplêndido e um céu azul. Isso quando faz sol, claro. 🙂

 

A Aram hoje é referência em mais de 15 países do mundo

 

O projeto ganhou o coração dos brasileiros e foi notícia nos principais jornais e revistas do Brasil, como a Exame, Pequenas Empresas Grandes Negócios, Nexo, Gazeta do Povo, Revista Espresso, TecMundo, Casa Vogue e vários outros.

Também foi destaque em revistas internacionais como a Sprudge, Daily Coffee News, Oceans Magazine, The Coffee Hot Spot e My Recipes.

A Cafeteira Aram é o primeiro método de espresso brasileiro e diferente das cafeteiras convencionais, não necessita de energia, do uso de cápsulas ou de filtro de papel.

É comum que as pessoas fiquem impressionadas durante o preparo e desejem filmar e fotografar a linda crema que vai surgindo lentamente e caindo no copo

 

Maycon Aram expondo na feira World of Coffee, que aconteceu na Capital Berlin, em 2019.

 

Uma das invenções que permeia a terceira onda do café e que encanta os apaixonados pela bebida tem sido sucesso nas maiores feiras de café pelo mundo como a Conferência e Exposição Mundial de Cafés Especiais do Japão “SCAJ”, um dos maiores eventos de cafés especiais da Ásia; a World of Coffee – maior feira de café especial do mundo – onde participamos nas edições de 2018, em Seattle e em 2019, em Boston; em 2018 e em 2019 na Specialty Coffe EXPO “SCA”, que aconteceu em Amsterdam e na Capital Berlin, respectivamente e também de 2017 a 2019 na Semana Internacional do Café (SIC), que acontece no Brasil.

Specialty Coffe EXPO “SCA” 2018. Seattle, EUA.

 

A  Aram se vale filosofia japonesa wabi sabi como um de seus preceitos primordiais de simplicidade genuína e modéstia, intimidade e a valorização da integridade ingênua de objetos e processos naturais. Quando você compra uma Aram, você não compra uma máquina colorida: você compra uma experiência completa. Cada corpinho de madeira carrega várias marcas do tempo impressas naturalmente pela força da natureza. Cada desenho é único e para cada um deles uma surpresa. É sobre aceitar a natureza da vida como ela é.

Na Aram, cada detalhe é único e exclusivo, não existem duas iguais

 

Coloque na base para usar em uma bancada ou tire da base para levá-la para onde você quiser.

Saiba mais sobre a cafeteira que é capaz de fazer o melhor café da sua vida! Clique aqui.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post relacionados